Macaco Encontrado Morto Em IgaratÁ É Enviado Para AnÁlise

Macaco Encontrado Morto Em IgaratÁ É Enviado Para AnÁlise

Foi enviado para análise, no Instituto Adolfo Lutz, na capital paulista, o corpo de um macaco encontrado morto em Igaratá, no último domingo, 28. Este é o segundo primata encontrado no município, no primeiro caso, o morreu diagnosticado com febre amarela.

Exame é necessário para confirmar ou descartar ocorrência de febre amarela no animal localizado esta semana. Segundo informações, o macaco foi encontrado no domingo, 28, no bairro Águas de Igaratá.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura igarataense, uma equipe da Vigilância Sanitária do município já entrou em contato com a pessoa que localizou o animal. Foi  realizada a coleta de amostras de sangue e do fígado do macaco.

"A população deste bairro já foi vacinada no decorrer da campanha, porém a vacinação será intensificada casa a casa", reforçou a assessoria.

Ainda de acordo com a assessoria, ainda não é possível afirmar que o macaco morreu por febre amarela. Além disso, uma equipe está realizando buscas ativas na região e intensificando a vacinação de moradores.

PRIMATAS

Fotos de corpos de macacos têm se espalhado pela internet desde o aumento, nos últimos meses, dos casos de febre amarela na região. E muitos desses animais não morreram por causa do vírus: foram executados com pedras, pauladas ou envenenamento. Além de cruel, a medida tem efeito contrário ao imaginado por muitas pessoas: prejudica o combate à doença.

Classificados por pesquisadores como "sentinelas" e "mártires", os macacos são o alvo preferido dos mosquitos silvestres que transmitem a febre amarela, que costumam voar na altura da copa das árvores.

Muitos primatas acabam desenvolvendo a doença e morrem. Ao verificar um volume expressivo de corpos deles em determinada região, autoridades sanitárias e pesquisadores conseguem identificar a presença da febre amarela, traçar o possível trajeto do vírus - conforme os corredores da floresta existente - e planejar ações de imunização das pessoas.