Erro ao cadastrar: SQLSTATE[23000]: Integrity constraint violation: 1048 Column 'online_ip' cannot be null

áudio Sugere Que Houve Fraude Na Licitação Dos Troféus - Jornal Bom Dia

áudio Sugere Que Houve Fraude Na Licitação Dos Troféus

áudio Sugere Que Houve Fraude Na Licitação Dos Troféus

Um áudio que dura exatos 26 segundos sugere que o processo licitatório ocorrido em janeiro deste ano na Prefeitura de Santa Isabel, tenha sido fraudado. O áudio foi gravado por um dos concorrentes que venceu o certame e brindou o que denominou estar ‘tudo certo’. A concorrência definiu a empresa vencedora que tinha como objetivo fornecer troféus e medalhas para diversas modalidades do município. Para tanto, a municipalidade investiu R$280 mil.

O áudio circulou em aplicativos de celular esta semana, porém de acordo com a divulgação que chegou à redação do Jornal Bom Dia, a gravação teria sido feita na semana do Natal do ano passado, antecedendo o processo licitatório, ocorrido na semana seguinte. De acordo com o edital, o certame foi realizado no dia 5 de janeiro deste ano.

De acordo com o áudio, supostamente gravado por Alexandre Maldonado, representante da empresa Styllus Sport Comércio de Artigos Esportivos Ltda – ME, o Pregão Presencial nº126/17 estaria direcionado. Alexandre concorreu com a empresa intitulada 300 Comércio, Serviços e Logística EIRELI EPP – a qual foi representada por  Rodrigo Tolosa Rico.

Durante esta semana, a reportagem do Jornal Bom Dia, tentou entrar em contato com os representantes das empresas citadas, entretanto, apesar dos contatos, até o fechamento desta edição, ninguém retornou as chamadas.

O teor do áudio sugere ainda como seria realizado o processo de aceitação da empresa vencedora. Der acordo com a gravação, o Secretário Municipal de Esportes de Santa Isabel, Daniel de Lucena solicitaria amostras de troféus e medalhas da empresa vencedora. Entretanto, estas amostras não seriam aceitas, caso a empresa não fosse a que deveria ser escolhida pela municipalidade.

“Segundo o seu amigo, o excelentíssimo Secretário de Esportes, ele vai solicitar amostras de tudo e se a pessoa ganhar, ele não vai aceitar a amostra, então, quer dizer: está meio que certo aí”, diz a gravação.

Além do áudio, um printi da tela de um celular também circulou entre os grupos de aplicativos esta semana. Na imagem é possível confirmar que a mensagem, cuja gravação foi enviada, partiu do telefone de Alexandre Moldonado, representante da empresa Styllus Sport Comércio.

De acordo com a ata da sessão pública, divulgada pela prefeitura de Santa Isabel, por meio do Portal Transparência, o certame ocorreu às 14h na sala de reunião de licitação do Paço Municipal. Lá, os representantes das empresas teriam apresentado as amostras citadas uma semana antes pela empresa vencedora.

Segundo o documento, na ocasião foram abertos os Envelopes contendo as Propostas e com a colaboração dos membros da Equipe de Apoio. A ata da sessão também afirmou que o certame contou com a presença de um pregoeiro, o qual examinou a compatibilidade do objeto, prazos e condições de fornecimento com aqueles definidos no Edital.

A sessão também contou com a presença do Secretário do Esporte, Daniel Alves de Lucena, o qual analisou os itens de amostras, autorizando os mesmos.  Para tanto, a empresa Styllus Sport Comércio de Artigos Esportivos Ltda – ME, venceu o certame e deverá receber do município o valor de R$298.030,00 referentes ao fornecimento de troféus e medalhas personalizadas.

De acordo com o edital, a aquisição das premiações deverá ocorrer de forma parcelada de troféus e medalhas, durante o período de 12 (doze) meses.

A reportagem do Jornal Bom Dia enviou diversos questionamentos à Prefeitura de Santa Isabel. Dentre eles, o que motivo que levou a municipalidade a estimar o valor de R$298.030,00, se a prefeitura reconheceu que a quantia não seria utilizada em sua totalidade na aquisição de troféus.

Além disso, a reportagem questionou sobre o áudio que circulou esta semana em aplicativos de mensagens, onde o proprietário de uma das empresas afirmou que o Secretário de Esportes do Município, Daniel de Lucena, iria solicitar amostras e reprovaria a mesma, caso a empresa vencedora não fosse a 'certa'. Contudo, até o fechamento desta edição, a assessoria de prefeitura não respondeu os questionamentos.