Apasian Aposta Na União Para Salvar Represa

Apasian Aposta Na União Para Salvar Represa

No próximo dia 25 de março, entidades e a sociedade civil se unirão para promover o 4º S.O.S Represa do Jaguari. Assim como ocorreu em anos anteriores, o evento está sendo organizado pela APASIAN - Associação dos Pescadores Amadores de Santa Isabel (África-Nilo).

Para planejar a execução do evento, o Presidente da entidade Vicente Ferreira dos Santos, reuniu na noite desta quarta-feira, 7, empresários, biólogos e sitiantes do município para expor as propostas. O encontro aconteceu na sede da APASIAN e foi considerado produtivo, uma vez que todos os participantes garantiram se empenhar na realização do evento.

A proposta, segundo Vicente é, principalmente conscientizar a população sobre a preservação da Represa Jaguari. Esta é a quarta edição do evento realizado pela Associação. Segundo a entidade, a represa tem 22 quilômetros de extensão e 56 km² de área e passa pelas cidades de Santa Isabel, Igaratá, São José dos Campos e Jacareí. Ela corta Igaratá e o Vale do Paraíba seguindo até a cidade de Campos no Rio de Janeiro.

Dentre as propostas, destaca-se o recolhimento de materiais de dentro da represa. Para tanto, pequenas embarcações serão utilizadas para fazer a vistoria nas águas do Jaguari. “Da outra vez, nós encontramos até geladeira dentro da represa, também tem muito lixo, porém a maior concentração de garrafas pets que podem e devem ser higienizadas e reutilizadas”, lembrou Jair Simão – tesoureiro da entidade.

Este ano, a ideia é promover um evento envolvendo os alunos da rede municipal de ensino, como uma forma de passar à eles, na prática, a importância de se preservar as águas da Represa que abastece o município.

Na reunião realizada esta semana, o Vice-Presidente da Ciesp de Guarulhos, Fabiano Falcone sugeriu a distribuição de réguas escolares, confeccionadas através de materiais recicláveis. Estima-se que 1kg de material recolhido reciclável seja suficientes para confeccionar, ao menos, 33 réguas.

“As crianças podem ajudar inclusive na arrecadação de garrafas pets para confeccionar outros materiais. Isso pode ser feito através de uma parceria com as escolas e também podemos promover uma exposição de todo o material recolhido na represa. É uma forma de chocar e mostrar a importância de se preservar, começando pelas crianças, que consequentemente passam essas informações aos adultos de sua casa”, reforçou Falcone.

De acordo com a organização, os participantes do evento farão uma carreata até a represa, onde vão recolher lixo e depois retornam ao ponto de partida do movimento onde haverá uma passeata pelas ruas centrais da cidade.

A ideia é chamar a atenção para a questão d coleta seletiva, bem como para a importância em preservar a represa. “Tem muita gente que desconhece que esse lixo todo vai parar na represa que abastece Santa Isabel. Tem muito material descartado direto nas águas do Jaguari e temos que mostrar quão poluente é essa atitude”, pontuou Jair Simão.

A associação foi fundada para combater a pesca predatória, porém atribuiu outras preocupações, entre elas, a conscientização da população sobre a importância em preservar a represa.

A próxima reunião da APASIAN está prevista para acontecer no dia 14 deste mês (quarta-feira), as 19h30 na sede da Associação, localizada na Rua Mar Vermelho, 08, Vila Nova (Torre).