Jornal Bom Dia - O Jornal da Cidade de Santa Isabel

SANTA ISABEL PERDE PARA IGARATÁ EM RANKING AMBIENTAL

Os municípios de Santa Isabel e Arujá estão em posições bem inferiores no ranking ambiental do Estado de São Paulo em 2019. Arujá aparece na posição 320 com apenas 9.8 pontos e Santa Isabel ficou em 213º lugar com 21,84 pontos do total. A classificação faz parte do Programa Município VerdeAzul (PMVA), iniciado pela Secretaria do Meio Ambiente (SMA) em 2007 e que premia os municípios com melhor desempenho, levando em conta diversos quesitos ambientais, com o objetivo de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e valorização da agenda ambiental.

[SANTA ISABEL PERDE PARA IGARATÁ EM RANKING AMBIENTAL]

Os municípios de Santa Isabel e Arujá estão em posições bem inferiores no ranking ambiental do Estado de São Paulo em 2019. Arujá aparece na posição 320 com apenas 9.8 pontos e Santa Isabel ficou em 213º lugar com 21,84 pontos do total. A classificação faz parte do Programa Município VerdeAzul (PMVA), iniciado pela Secretaria do Meio Ambiente (SMA) em 2007 e que premia os municípios com melhor desempenho, levando em conta diversos quesitos ambientais, com o objetivo de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e valorização da agenda ambiental.

Atualmente, estão inscritos no programa 638 municípios do Estado que, ao participarem de um ciclo, são avaliados em ações fundamentadas em dez diretivas: Município Sustentável, Estrutura e Educação Ambiental, Conselho Ambiental, Biodiversidade, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Uso do Solo, Arborização Urbana, Esgoto Tratado e Resíduos Sólidos.

Os municípios certificados ganham o direito de utilizar a logomarca da certificação e assim agregar valor às transações comerciais de seus produtos. Com a qualificação, os interlocutores municipais podem ter acesso ao sistema por meio de senha e login para conferir as notas e avaliações das suas cidades.

Com o baixo desempenho, prinicipalmente de Santa Isabel e Arujá, dificilmente estes Municípios receberão o certificado Verde Azul. Isso significa que estas cidades do Estado não alcançaram média acima de 80 – em uma avaliação que varia de zero a 100 – e por essa razão não poderão ser reconhecidas pelo exemplo ambiental. O certificado de Município Verde Azul garante à administração municipal a prioridade na captação de recursos junto ao governo do Estado.

SOBRE O PROJETO

Lançado em junho de 2007, o Projeto Município Verde Azul tem como principal proposta descentralizar a agenda ambiental paulista, considerando que a base da sociedade está nos municípios. Em 2009, os 645 municípios do Estado de São Paulo aceitaram o desafio aderindo ao Projeto. Destes, 570 conseguiram preencher todo o Plano de Ação, tornando-se aptos à avaliação e à nota ambiental, que pode variar de zero a 100. As localidades que obtiverem nota acima de 80 vão receber o certificado de Município Verde Azul. Os municípios com melhor avaliação terão prioridade na obtenção de recursos junto ao Governo de São Paulo.